Sobre o Cemitério da Consolação

Área interna do Cemitério da Consolação

Área interna do Cemitério da Consolação

Localizado em uma das áreas mais nobres da capital, o Cemitério da Consolação foi fundado em 1858, sendo o mais antigo em funcionamento na cidade de São Paulo.

Batizado inicialmente de “Cemitério Municipal”, foi construído com o intuito de ter um local propriamente feito para a realização de sepultamentos, visto que antes eram realizados normalmente em igrejas.

Inicialmente, o cemitério realizava os sepultamentos de pessoas vindas de todas classes sociais, não importando sua condição financeira, mas com o passar do anos e a venda de loteamentos de jazigos perpétuos, familiares de grande poder econômico da época os compraram eu sua maioria.

Caracteriza-se hoje por um cemitério da “elite” paulistana e possui uma bela estrutura e arquitetura presente em toda sua área de 76 mil metros quadrados, sendo repleto de árvores, um enorme acervo de arte exposto a céu aberto e suas monumentais construções funerárias, com enormes esculturas feitas pelo mais caros escultores da época, representando a nobreza das famílias que ali estavam

HISTÓRIA

Com as diversas pandemias que a cidade de São Paulo enfrentava no século XIX, e a grande quantidade de corpos que precisavam ser sepultados às pressas em igrejas, causando tempos depois mal odores pelo local e sendo apontado como um dos principais fatores para a maior ocorrência de crises sanitárias, era sem dúvidas de extrema importância a criação de um local próprio para realizar os sepultamentos.

Mesmo depois de longos anos até a finalização do projeto para a construção de um Cemitério, ainda tinham problemas para a realização do local, tal que foi somente possível após a doação de Dois contos de réis pela Marquesa de Santos, dinheiro que foi utilizado para a construção da Capela e estruturas finais para a entrega do cemitério para a população.

Criado para atender distintas classes, abrangendo toda população, com o passar dos anos e devido ao poder econômico de barões de café, políticos e donos de indústrias, o cemitério passou por uma forte elitização.

Tendo se transformado em enorme museu a céu aberto, repletos de túmulos de personalidades históricas e famílias de grande importância não somente para a cidade, mas também perante o país.

É possível observar em todo o cemitério os enormes túmulos, repletos de obras de arte realizadas por artistas de grande importância, além dos monumentais Mausoléus presentes no local, como o da Família Matarazzo, que é o maior de toda América Latina, tendo uma altura de um prédio de 3 andares.

Além disso, o local é referência em arte tumular no Brasil, contando com mais de trezentas obras de importantes escultores históricos, como:

  • Victor Brecheret
  • Celso Antônio Silveira de Menezes
  • Luigi Brizzolara

A arte e arquitetura é presente por todo cemitério, inclusive por obras realizadas pelo arquiteto Ramos de Azevedo, que além de ter participado da realização de diversas esculturas, foi responsável por projetar o portão principal e a capela do local

CURIOSIDADES

  • Há mais de 10 anos o Cemitério da Consolação conta com Visitas Guiadas para quem quer conhecer as belezas da arte tumular da necrópole e aprender mais sobre as personalidades públicas sepultadas no local, revivendo grande parte da história de São Paulo.
  • Se encontra no local o Mausoléu da Família Matarazzo, o complexo tumular em granito e estatuário de bronze, é considerado o maior e mais alto mausoléu da América do Sul. Em estilo pós-renascentista, é uma colossal construção que ocupa seis terrenos, totalizando uma área de 150 m2, com aproximadamente 20m de altura.
  • Em 2015, moradores, concessionários e líderes comunitários reuniram-se para debater a condição do local, e o que pode ser feito no intuito de colaborar para preservar um importante patrimônio religioso, histórico e cultural; Em vista dessas melhorias, em cada túmulo foi instalado um totem com QR-code, que disponibiliza uma leitura para celular e direciona o visitante diretamente para uma página com o perfil do homenageado em questão.
  • Em 2016 o Cemitério foi palco de gravações para a realização do filme “Sinfonia da Necrópole”, além de ter sido também utilizado para a gravação de uma música da banda Megadeth.
  • O Cemitério tem sua Santa Popular do local, Maria Judith faleceu em 1938, segundo os relatos da época devido a frequente agressões de seu marido.Em pouco tempo após seu sepultamento, diversas pessoas passaram a frequentar o local onde estava seu corpo para realizar pedidos e agradecimentos, alguns para relacionamentos e uma grande maioria acreditando que ela também protegia e ajudava os vestibulandos. Quem visita seu túmulo pode observar diversas placas de agradecimento por estudantes que conseguiram aprovação em faculdades, concursos, etc.

PERSONALIDADES SEPULTADAS

No Cemitério da Consolação encontram-se sepultados nomes famosos, o de políticos como Anhaia Melo, Washington Luís, Campos Sales, a família Matarazzo e família Jafet são primorosamente representados por belas esculturas.

Destaque para o túmulo de Domitila de Castro do Canto e Melo, a conhecida pela história, como Marquesa de Santos. Essa famosa Marquesa, amante de Dom Pedro I inclusive ajudou na construção do Cemitério da Consolação, doando em 1857 dois contos de réis destinados a construção da original capela.

No Cemitério encontra-se também o tumulo de Monteiro Lobato, um dos grandes nomes da literatura brasileira. O de Ramos de Azevedo demarca enorme área do cemitério, não somente pelo seu túmulo, o qual agrega beleza ao local, mas também pela atual capela, assim como o portão de entrada e o prédio da administração do Cemitério da Consolação, que são obras do célebre arquiteto.

LOCALIZAÇÃO

Rua da Consolação, 1660 – Consolação

O cemitério está localizado perto de vias importantes da cidade, como:

  • Avenida Paulista
  • Avenida Rebouças
  • Avenida Ipiranga

O local não possui estacionamento próprio, mas existem diversos em seu entorno.

Podendo também utilizar itinerários de ônibus que saem de regiões como:

  • Centro
  • Barra Funda
  • Vila Madalena

Ainda há a opção de acessar o cemitério utilizando a estação de metrô Higienópolis-Mackenzie.

 

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

  • Cemitério: 7:00h às 18:00h – Todos os Dias
  • Velório: Não possui salas para velório

CONTATOS

  • Administração: (11) 11 3256-5919